.

.

.

.

Polícia pede quebra de sigilo e investiga ameaças a Deborah Secco

A investigação dos ataques sofridos por Deborah Secco e sua filha, Maria Flor, de 1 ano seguem a pleno vapor. A Polícia Civil de São Paulo já solicitou quebra de sigilo de usuários de sites e de empresas de telecomunicação para chegar ao culpado das ameaças feitas nas redes sociais da atriz.

As ameaças foram feitas pelo criador do perfil intitulado “coontatotalmentecancelada”. Ele, primeiro, escreveu frases contra a filha de Deborah, a chamando de “Bochechuda filhinha do Diabo”, segundo informações do Observatório da Televisão.
Depois, o mesmo internauta começou a falar sobre a atriz. Vale lembrar que, no ano passado, a atriz já havia sofrido com a mesma situação, quando três dezenas de perfis a atacaram. Dessa vez, o internauta escreveu: “Até eu matar a mamãezinha dela. Aí quero ver o que será dessa Maria Sapo Flor".
A queixa de Deborah foi regustrada há quatro meses e a atriz segue aguardando o esclarecimento do caso.

fonte: www.msn.com